Quem pode aplicar o EMDR

A participação em formações em EMDR é limitada a profissionais licenciados na área da saúde mental, cujas qualificações são reconhecidas no país em que residem. Os requisitos diferem ligeiramente de país para país. É exigido portanto um quadro clínico de base para a aplicação efetiva da Terapia EMDR. Após a conclusão dos vários níveis de formação em EMDR e requisitos adicionais para certificação, os terapeutas em formação apresentam uma candidatura a fim de que as suas formações sejam acreditadas pela EMDR-Europa e possam passar a ser Terapeutas em EMDR certificados. As candidaturas são analisadas pela Associação EMDR-Portugal. 

Porque é que a acreditação é importante?

A acreditação é muito importante devido a várias razões. Através da aquisição e desenvolvimento de competências e conhecimentos, um terapeuta EMDR transita do nível de principiante para um nível mais elevado de proficiência e conhecimento em EMDR.

Uma das formas importantes para adquirir este nível é através da acreditação, que tem muitos benefícios:
 

  • Maximiza a experiência de ensino e a aprendizagem no treino de EMDR;
  • Garante a ética e robustez da prática clínica de EMDR;
  • Melhora a fidelidade do tratamento EMDR;
  • Monitoriza e maximiza a proteção do cliente/paciente;
  • Melhora o controlo de qualidade;
  • Apoia a fidelidade da investigação.


Um terapeuta EMDR tem portanto que demonstrar que possui competências-chave para o exercício da sua função.

 

Quais são os elementos importantes do Quadro de Competências do Terapeuta EMDR Certificado na Europa?

O protocolo EMDR é a componente central do quadro baseado em competências para Terapeutas Certificados pela EMDR Europa. Os terapeutas EMDR devem demostrar as suas competências em cada uma das oito fases do EMDR. As competências devem ser avaliadas por um Consultor/Supervisor da EMDR Europa. Adicionalmente, um terapeuta que deseja ser acreditado deve preencher os seguintes requisitos:
 

  • Ter concluído uma formação EMDR reconhecida pela EMDR Europa;
  • Ter completado pelo menos 50 horas de sessões EMDR;
  • Ter tratado pelo menos 25 pacientes;
  • Ter frequentado pelo menos 20 horas de supervisão com um Supervisor da EMDR Europa, incluindo o acompanhamento do trabalho do Terapeuta através do DVD ou presencialmente;
  • Ter duas recomendações: uma de um Supervisor da EMDR Europa, outra de uma pessoa que possa comentar o trabalho do candidato enquanto Terapeuta EMDR;
  • Ser associado da associação EMDR-Portugal.


A certificação como Terapeuta EMDR não é vitalícia, exigindo formação continua. O Terapeuta tem que periodicamente apresentar prova da frequência de seminários, congressos e/ou outras formações acreditadas pela EMDR-Europa e que confiram o numero mínimo de créditos de formação em EMDR.

Só desta forma se podem garantir padrões de profissionalismo e rigor na prática clinica EMDR, com o máximo de benefícios para os clientes.

Se consulta um terapeuta EMDR, certifique-se que está perante um profissional acreditado. Consulte o nosso directório e verifique se efectivamente consta do mesmo.

Em caso de dúvida, consulte a Associação EMDR-Portugal.